ELAS SÃO MAIS QUE ELOS

Juliana da Paz –  – No confronto com o mundo sempre há quem lhe socorra, não é?  – Não. Nem sempre. Às vezes tive que me ver comigo mesma. Mas, na maioria das vezes tive uma, algumas, muitas mulheres ao meu redor que sempre ficaram e não fugiram. Que suportaram a tensão que causo, queContinuar lendo “ELAS SÃO MAIS QUE ELOS”