ANTONÍMIA

Texto publicado originalmente em 2 de agosto de 2020. Adriana Paris- Antónia minha, sua Toninha. Tola – atônita. Meus avós vieram de Minas, minha mãe cresceu em Longá. O meu pai é de algum lugar do sul – nem sei. Se conheceram numa praia do Rio, nasci num hospital da Lapa, nos mudamos pro interiorContinuar lendo “ANTONÍMIA”