Um Brasil sem carnaval

-Mara Esteves “Eu não vou chorar Senão a maquiagem vai borrar Lúcifer está batendo em minha porta PEC, PEC, PEC, PEC, PEC que pariu PEC, PEC, PEC deram um GOLPE no Brasil”. ( Marchinha: Agora Vai é Pé no Chão e Rua – Bloco Agora Vai/ Ano 2017) Neste ano o apito, o tambor eContinuar lendo “Um Brasil sem carnaval”

DAMIANA

Texto originalmente publicado em 25 de outubro de 2020. Mara Esteves- Damiana era exímia em roubar frutas do pé.  Pulava muros, cercas e trepava em galhos finos. Enfrentava sem medo todos os obstáculos em sua frente, mesmo que para isso fosse preciso fazer malabares no ponto mais alto da copa de uma árvore, se equilibrandoContinuar lendo “DAMIANA”

Damiana

-Mara Esteves Damiana era exímia em roubar frutas do pé.  Pulava muros, cercas e trepava em galhos finos. Enfrentava sem medo todos os obstáculos em sua frente, mesmo que para isso fosse preciso fazer malabares no ponto mais alto da copa de uma árvore, se equilibrando e segurando com uma mão um dos galhos paraContinuar lendo “Damiana”

O Levante

Thata Alves- Do que me importa sua ditadura da beleza Trago em meu sorriso Soberana realeza Os atabaques soam das minhas mãos As mesmas que provêm o pão A percussão não é restrita só ao homem Das mãos das mulheres se tem valia Porque desde os tempos da África Que o tambor batia Pelas mãosContinuar lendo “O Levante”

Feitiço da lua

Ana Karina Manson — Puruba que é bom! – gritava aquela gente que ousava ser feliz. Era mesmo muita ousadia viver sem quase nada do que o tal mundo moderno inseriu em nossas vidas, que sem perceber achamos natural ter celular, ter micro-ondas, ter cremes, ter maquiagens, ter computadores e outros como se fosse essencial,Continuar lendo “Feitiço da lua”

Liberdade de viver

Jesuana Sampaio Ilustração: Pennen de Castro (artista cearense) “libertar” era uma palavra imensa, cheia de mistérios e dores”           “A liberdade ofende.” Clarice Lispector Aqui estou eu.Está é minha alma. Vês?Meu corpo sutil levita Em uma frequência desconhecida por mim. Sentes? Essa sou eu. Um ser à procura de um encontro espiritual Entre seres, universos.SeContinuar lendo “Liberdade de viver”

Elas-Nós

Ana Karina Manson Não me canso de admirar a imensidão dessas mulheres. Elas gestam, criam, recriam, inventam e reinventam e ainda vivem como mortais. Elas contra Tebas! Elas contra todos que deixam rastros de dor, de ódio, de racismo, de machismo, de abandono, de injustiça. Elas lutam com gritos que ecoam no grito da outraContinuar lendo “Elas-Nós”

QUEBRA-CABEÇAS

Ana Karina Manson – Ela era menina ousada. Cheia de planos desde pequena. Há quem diga que a culpa fosse da mãe: Dona Esperança era cheia de botar sonho na cabeça da menina. Dizia que a filha ia ser miss quando crescesse e lá estava a menina se olhando no espelho toda, toda. Outras vezesContinuar lendo “QUEBRA-CABEÇAS”