Onde as louças moram?

Ana Karina Manson Quando ela era criança odiava guardar a louça. Cresceu e continuou odiando. Mas guarda quase diariamente. A louça não toma banho sozinha, tão pouco sabe andar até máquina de lavar. Quando menina, pensava que guardar a louça era uma espécie de serviço subalterno. O principal era lavar. Só os maiores podiam mexerContinuar lendo “Onde as louças moram?”

Elas-Nós

Ana Karina Manson Não me canso de admirar a imensidão dessas mulheres. Elas gestam, criam, recriam, inventam e reinventam e ainda vivem como mortais. Elas contra Tebas! Elas contra todos que deixam rastros de dor, de ódio, de racismo, de machismo, de abandono, de injustiça. Elas lutam com gritos que ecoam no grito da outraContinuar lendo “Elas-Nós”