Maioridade Materna

Carolina Tomoi – Às de colo vazio, latente Aos que perderam o colo. Creio num momento no corpo da mulher que uma voz tão intensa fala tão alto uníssono a cada célula de seu corpo que é difícil resistir. A maioria não resiste. Algumas nem tomam ciência que seja possível desistir, deixam o corpo asContinuar lendo “Maioridade Materna”

Casa de Marimbondo

*Arlete Mendes- Ganhei a obra completa da Virgínia Woolf. Só engoli dois romances. Não tive estômago para o resto. Tenho mais livros que consigo comer, mais fome do que consigo satisfazer, mais filhos do que posso gestar, mais amigos do que posso cuidar, mais sentimento do que consigo compreender, mais corpo do que consigo carregar.Continuar lendo “Casa de Marimbondo”

Águas

por Ana Karina Manson O mesmo caminho que havia feito há vinte anos. Era o aniversário dele e como o destino encontra maneiras inusitadas de vencer o tempo e fazer um encontro entre passado e presente, ela estava lá no lugar onde se conheceram, onde caminharam tantas vezes enamorados, apaixonados. Acreditavam que a vida inteiraContinuar lendo “Águas”

Horas Contadas

Elisa Dias- -Ah, não fique triste amor, quando um dia de malas prontas me vir sumindo e ficando cada vez menor em direção do sol. De alguma forma a gente chega e por outros meios a gente parte, ainda que na aurora do dia correndo na rosa do tempo, mas levo em minha bagagem dias infinitos em horas contadas,Continuar lendo “Horas Contadas”