Sem Título

Thata Alves – Pôs os meus pês nas areias árabese gostei da sensaçãoas mesmas me acariciavamprovocavam emoção. Fintava olho a olhoas mulheres de burcatransmitiam curiosidadeolhos por mim registradosde uma forma únicade sua cultura e magiaadotei pra mim a poligamia. Sim! Desta vez eu mulherassumir o papelporque não ter 2 homens? Por que a sociedade temContinuar lendo “Sem Título”

Algo mais bonito que o amor

Jesuana Sampaio – Fiquei a pensar sobre o infinito e não só, sobre algo mais bonito que o amor. Talvez só algo mais bonito que o amor possa explicar o infinito. Isso ficou dentro de minha memória poética por muitos anos. Hoje sei,  só há algo mais bonito que o amor capaz de explicar oContinuar lendo “Algo mais bonito que o amor”

Mãe Autônoma

Thata Alves – Impressionante o quanto A guarda dos filhos é da mulher Ora se não é? Quando há a separação quem que fica com a prestação do inalador que não sara a dor dessa ferida Fica aberta Pingando sangue E se não fosse o bastante A saúde mental da mulher Sofre Porque ela aContinuar lendo “Mãe Autônoma”