IMEMORIAL

Aos 3950 mortos hoje (podia ser mentira, mas não é!) Responsável: O genocida, Aos 20 mil torturados e 434 mortos ou desaparecidos pela ditadura militar no Brasil Carolina Tomoi- Haveria silêncio na noite escura, aquela sem luar ou estrelas. Ouvir o vento, o balançar das folhas, aroma da chuva passageira, cricrilares, alertas monossilábicos a despertarContinuar lendo “IMEMORIAL”

AGORA

por Ana Karina Manson Exijo agora e decreto Meu abraço de volta Meu amigo aqui perto Mão com mão Ninguém solta Está determinado Qualquer beijo roubado Será livre, será cura E o coração apertado Se renderá à loucura. É lei desde agora Que nenhum amor vá embora Que nenhuma dor se demore Fica proibido partirContinuar lendo “AGORA”

Passo mal, mas estou bem

Juliana da Paz Até que dia ainda doer será a regra?Dia após dia me encolho dentro da máscara,Da casa,Da fome alheia.Não tenho conseguido gritarNem a felicidadeDe parir pureza e raça, Não combina com o cenário.É mais incongruenteQue borboletas no aquário.Me culpo por saberQue estou no lamaçal tóxicoE não me sujei ainda. Cadê as forças, cadê?Continuar lendo “Passo mal, mas estou bem”

Eu saúdo Eva

~Por Raíssa Padial Corso Eu saúdo Eva!A primeira ousada.Construo em mim um templo de conhecimento.Nesse altar sacrifíco todos os dogmas.Tu amada, tão deturpada e deslocada entre suas filhas!Na eterna busca de tua contraparte.Eva com seu gosto de maçã.A mesma maçã que intercala nossos corpos.Tu que rasga a cara de quem interrompe nossas falas, calcula nossasContinuar lendo “Eu saúdo Eva”

Ideia fixa

Carolina Tomoi – Ideia fixa Ideia fixada pregada tachada Ideia que não sai do pensamento Sai, não sai! Sai não, sai? Sai, não, sai. Te aporrinha por demais -Vai-te embora de mim! Se perde e volta Vai pras quincas com essa ideiafix Não te deixa, te perturba Semanas, semanas, dias e horas Madrugadas. Mato aContinuar lendo “Ideia fixa”

Peneirando Opostos

Por Jesuana Sampaio “Onde está este lugar? Onde está essa luz? Se o que vejo é tão triste e o que fazemos tão errado? E me disseram: Este lugar pode estar sempre ao seu lado e a alegria dentro de você porque sua vida é luz.” Renato Russo. Um par. Pares. Opostos. Luzsombra Sombraluz. SoluaContinuar lendo “Peneirando Opostos”

GOTAS

por Ana Karina Manson Quando vejo a amiga que se diz improdutiva gerando vida em forma de frutos, flores e hortelã Goteja esperança em mim. Quando vejo uma senhora de 98 anos recém-nascer ao se vacinar contra o mal avassalador do qual a política se armou Goteja esperança em mim. Quando vejo mulheres gerando filhosContinuar lendo “GOTAS”

INTIMIDADE

 Elizabete Alves de Oliveira– Aceitei teu abraço quente e longo. Como criança pedi mais. Aceitei teu beijo molhado e calmo. Como o mar em noite de lua crescente Que beija areia E por ela, quase se deixa sufocar. Tua pele roçando a minha, com intimidade própria, De folha ao vento De perfume e flor DeContinuar lendo “INTIMIDADE”

Mãe Yemanjá canta para as filhas do mar

Arlete Mendes- Filha minha ainda indecisa, Pegue todas tuas dúvidas, pinte novo destino em tintas. Filha preta de pela clara, Pegue todas tuas mágoas Enfeite o corpo das águas. Filha preta de pele retinta, Teça com teus fios tesos A rede inédita da palavra. Filhas-espelhos de onde miro a beleza escondida do mundo, Dei aContinuar lendo “Mãe Yemanjá canta para as filhas do mar”

Mesmo quando não consigo ouvir

Jesuana Sampaio A minha boca é capaz de dizer adeus mesmo que meu corpo demore a não desejar mais a sua pele e o meu cotidiano a entender a tua ausência. Parte de mim só espera viver bons momentos mesmo que a fórmula para isso ainda esteja se construindo. Algo em mim ainda divaga sobreContinuar lendo “Mesmo quando não consigo ouvir”