Memorial dos Dias

Foto: Valeria Maciel (Praia do Futuro-Fortaleza/CE)

por Jesuana Sampaio

Na memória dos meus ossos
O correr livre de uma alma antiga,
Vento no cabelo, estradas, e o olhar 
atento ao encantador desconhecido.

Na memória dos meus ossos
o mar e o sabor da maresia,
Areia fina entre os dedos, calmaria 
que inunda no balanço das águas.

Na memória dos meus ossos, o sertão,
A resistência de um povo que é meu,
Cheiro de mato, terra primeira.

Na memória dos meus ossos, 
"o clã das cicatrizes", 
as mãos que não temem os espinhos,
A mulher selvagem em seu canto mais profundo…
"Cantar é usar a voz da alma"

(Poema iniciado a escrita na oficina La loba – rito de ressurreição – inspirada no livro Mulheres que correm com os lobos- com Natalie Revorêdo durante a IV Feira Afetiva União Akasha)

Ouça a voz de Jesuana Sampaio e Música de Natália Doco



Um comentário em “Memorial dos Dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: