Amarelo

Ipê Amarelo: A. Mendes

Arlete Mendes

Acordei macambúzia naquele dia nublado, mas ao te ver em vivo e espantoso sol, não contive o grito de alegria.

Sim, tu ousaste, quando já havíamos perdido a esperança.

Final de outubro, três anos sobre o duro solo, pouco sol, escavações caninas ao redor, a obra que se estende infinita, sem contar os cinco anos de espera dentro de um vaso.

Quando ninguém mais pendia em flor. Floriste.

Cresceste já maduro, como quem pudesse observar a vida dentro e fora dos muros, ainda assim não te intimidaste com a mesquinharia humana, nem com os embates cotidianos entre aqueles que pensam que sabe e aqueles que desistiram de querer saber.

Amarrei em teus galhos, ainda franzinos, uma orquídea de ponta cabeça, para que vejas como me sinto. Extemporânea, extraterrena, extracorpórea, como tu. Na espera de um dia também romper em alumiadas cores. Para o espanto de poucos.

Quando eu flores, as desatentos gritarão de euforia ao me perceberem rompida, presenciarão as inocentes mãos tocando, em união côncava e terna, o calor do lívido instante entre o vibrar e o fenecer.

Só poderei ser livre, se me plantares os desígnios misteriosos de teus dons amarelos.

Ouça “Amarelo” na voz da autora.

Fundo musical Debussy “Deux arabesques”

Publicado por arlete mendes

escrevinhadeira, educadora, mãe de meninos e meninas, amante da música, da literatura, da vida!

8 comentários em “Amarelo

  1. Nossa, encantador ! Pura arte da beleza, a vida na natureza e a vida nas palavras. Quantos ensinamentos. Cada vez mais me encanto com o Ipê e com esta sua teimosia em sempre encontrar um jeito pra poder florir, só pra nos trazer a alegria.
    E “Amarelo” …. perpertua está teimosia. Estou mais feliz.

    Curtido por 1 pessoa

  2. “Só poderei ser livre, se me plantares os desígnios misteriosos de teus dons amarelos.”
    Quantas outras cores de ser cabem nos dons amarelos? Sendo botão, flor ‘florida’ ou pétala no chão, ser e estar amarela-viva faz da espera de florescer e da fugaz existência liberdade única pra qualquer contemplação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: