O Levante

https://nossacausa.com/negros-no-brasil-quem-foi-dandara-dos-palmares/, acesso 15out20.

Thata Alves-

Do que me importa sua ditadura da beleza

Trago em meu sorriso

Soberana realeza

Os atabaques soam das minhas mãos

As mesmas que provêm o pão

A percussão não é restrita só ao homem

Das mãos das mulheres se tem valia

Porque desde os tempos da África

Que o tambor batia

Pelas mãos dessas guerreiras

Maculelê, Jongo, Samba de Coco, Capoeira

E se cambaleio sem muito saber me encontrar

Quando ouço o atabaque que me faz serenar

Daí vem a certeza

Que o leite materno do seio da mãe negra

Não foi só o que me fez alimentar das suas entranhas

Sai e o meu choro se fez canção entoavam

Em meu choro, pulsação de dores que mares me trouxe

Sou resistência de açoites

Me ergo Renovo

Nzinga menina eu!

Que sobreviveu a gerações de tortura

Não me venha com sua ditadura me fazer regressar

Eu sei de onde vim de onde tudo começou e se na história não me vejo

Me reascendo no fogo que afina o couro do tambor

Ouça Levante na voz da autora:

10 comentários em “O Levante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: