Ruar

Jesuana Sampaio

Pintura e foto: Zerlo (Pintura com pigmentos naturais)

Por eu ser terra

não queira me ver com raízes fincadas em um único solo

Minhas raízes já se espalharam.

O mundo é minha casa.

Já estou na copa de minha árvore

Sendo levada pelo vento Para outras pairagens.

sou terra

e sonho acarinhar todos os solos

sem fronteiras, sem arames nem farpas.

Sou terra,

sou água,

Sou fogo,

mas sobretudo sou ar

Que corre sem rumo

Nas estradas do destino a mando de ninguém.

E eu já não sei ser fútil

Essa vida aqui que pulsa

Não sabe ser vã.

eu sou meu destino…

basta um sopro

e eu deixo o ar me levar…

a Ruar…

(Música: Tempo, versos que compomos na estrada.)

7 comentários em “Ruar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: