Quarto escuro

Foto : María Jett

Quem nunca se agarrou de madrugada ao travesseiro? Afim  de cravar as unhas em suas estruturas e abafar  o grito de desespero da alma, um grito que ninguém ouviu. Me fiz vapor no banho me camuflei com as pequenas gotículas de água deslisei  lentamente o descarrilamento da minha vida até o chão,  desceu tudo pelo ralo, e de forma inerte  com as féses dos homens escrotos boie no esgoto como um feto recém  saído de um aborto.

Quem nunca  foi consumido por um quarto escuro entre o real e a fantasia? Devaneios que  transcende a mente pra um lugar inexiste refúgio dos seres humanos, eu vi o dia chegar a galope atravessando a madrugada com os olhos estralados no espelho,  procurando a misericórdia num clamo divino, que essas horas de angústia acabem logo  pois existentes facas  que me cortam de dentro pra fora, ninguém viu quem foi o culpado pelos pensamentos repetitivos, “ minha culpa ! Ho, minha tão grande culpa”.

Eu não existo ! Sou alimento perecível, comida ma digerida nas entranhas ,que causa  infecção generalizada, sou todo abando escrito em forma de nome  na  certidão  de nascimento  de um indigente. A face  amarelada os olhos fundos delegam  mais uma noite que passei acordada,  o copo que guarda a alma definha, dilui,  a dor comeu tudo de belo que havia no universo e nas galáxias vizinhas, faminta devorou meu terno guardado para ocasiões especiais ,nada contente comeu minha fome, minha sede , secou a  fonte sagrada da vida, o martelar das horas lentas bate descompasso dentro da minha cabeça, enlouqueço?

Li pela manhã no jornal, que  a enchente atolou o gado , a seca matou o mesmo um, homem levou um tiro, uma criança desapareceu e todos se preocupam com o futebol. Me desculpem se o amor não foi o bastante minhas economias são quase nada, eu nado no raso porque já morri afogada! Quem nunca se perdeu no desespero da vida ? Quem ficou com a boca seca sem saliva? Quem já encarou o olhos da morte a alma vazia? Quem ainda não morreu na solidão dos dias,  não conheceu a face sombria da vida ! 

3 comentários em “Quarto escuro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: