Acreditar

Ana Karina Manson

Amanhece.

Amanheço e sinto um ar suave do dia que chega. Meu corpo e meu espírito ainda anoitecidos se recusam a entrar nesse dia, que parece leve nesse início de inverno disfarçado de outono, quiçá de primavera.

Até os pássaros cantam me convidando a ingressar nesse novo dia. Não sei se os pássaros mentem ou se a mentira me foi contada há alguns meses e desde então acredito e sinto o peso dos dias longe de um mundo real que construí e que brotou em volta de mim.

Meu corpo anoiteceu há meses e sonho com uma vida que não é minha. Tento e não consigo acordar.

Às vezes sinto que uma grande mentira foi contada, só eu acreditei e todos estão à minha volta rindo pela minha ingenuidade de acreditar.

Eu sempre acredito.

Aprendi a acreditar em poesia, fadas, gnomos, Deus, orixás e até em gente. Aprendi a acreditar na fé da minha mãe e no fiapo de esperança que o pôr-do-sol me alimenta a cada dia.

Agora ando acreditando em internet e no poder das lives. Novos deuses da atualidade. Há de ter gente acendendo vela para Santa Internet em dia de Live. Suponho que funcione, qualquer chama acesa já é uma luz.

Venho acreditando em novas verdades desde que me contaram a grande mentira e me fizeram ficar em casa.

Já acreditei que tudo foi uma grande estratégia para um intensivão em família e aprimoramento num estágio contínuo dos papéis de pai, mãe, filhos, irmãos, companheiros…

Em devaneio noturno acreditei também que alguns são conduzidos a um outro mundo, conversam longamente sobre essa vida medíocre que levamos e decidem se querem voltar e tentar alguma mágica ou se decidem ficar por lá e começar de novo em outro tempo. Tenho acreditado até nas flores vermelhas que brotam na planta que a pequena ruiva ganhou da avó em fevereiro. Há de ser um sinal de esperança.

6 comentários em “Acreditar

  1. Que lindo texto Ana , tem muito haver com a nossa passagem por essa Epidemia . Que muitas vezes ao sair nas ruas nos deparamos com tantos descasos nos cuidados, de cuidar de si e do outro. E aí tudo parece um conto. 👏👏👏

    Curtir

    1. Acreditamos em tantas coisas, e duvidamos de tudo. Como disse Rosa” Sei de nada, mas desconfio de muita coisa”…
      Nesse mistério que é nossa passagem pelo mundo optamos pelo amor, sempre!
      Tudo que pulsa em ti. Amor
      Amo te

      Curtir

  2. Que bom ouvir tua voz doce, e pensar que não estou só neste misto de ficção e realidade… Nesse nosso vão no tempo/espaço mítico e tão infernal… Caronte atravessou a todxs nós e só agora acordamos?

    Curtir

    1. Pensei tb que iria acordar. Pensei tb que o outro lado está precisando da sabedoria dos idosos por lá e resolveu vir buscá-los, aos montes. Pensei tb em perder a esperança. Mas depois de notícias que as flores vermelhas estão brotando, penso tb que há esperança.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: