A SALVO NA SELVA DE PEDRAS


Atire a primeira pedra
Quem nunca
Tropeçou na parede fria
De névoa cinza
de SP city
Quem nunca sentiu-se
Acolhido em sua diferença
Na deselegância discreta
De suas indiretas…
Sempre falando que carrega a pedra
De um país inteiro
Quem te carrega São Paulo?
São os santos teus?
Dos teus céus carregados?
Da poluição que jorram as chaminés?
Ou os Zés e Manés
Na correria que te apedreja
Granizos
Cultura
Comida
Mistura
Diversidade
Novidade, novidade, novidade
Quem nunca?
Quis viver para sempre
Em suas possibilidades?
Rejeitada pela pobreza
E pela falta de beleza
De suas paisagens artificiais
E aceita pela crueza
Da chance de ser tudo o que puder
A salvo e jogada aos leões
O músculo estriado dos meus dez corações
Não sabe ao certo o que sentir
E a dúvida persiste
Quero está perto, ou longe de ti?

Ouça na voz da autora!

7 comentários em “A SALVO NA SELVA DE PEDRAS

  1. Dor e amor, como cantou Tom Zé, numa espiral de desejos de prazer e sobrevivência. Está longe e perto. Dentro/centro e fora/periferia/margem. Conflitos de contradições ambivalentes q moldam nossas descomposturas e revoltas. Às vezes, uma revolta comportada q não atinge a estrutura pela raíz. Todavia, insistimos em comer pelas bordas. Sopa se come assim. Futebol se joga assim. Pelas bordas. Um dia vamos demolir o centro com nossas persistências perenes.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Atração e repulsa, na deselegância discreta das indiretas, mesmo. Ou, como dizem os mais críticos, uma cidade em que seus representantes “raiz”, os quatrocentões e os alemães e italianos, se auto-exilam em alguns quarteirões, sempre tendo como limite o rio Pinheiros. Sou paulistana, mas não é fácil, não.

    Curtir

  3. São Paulo é esse misto de sentimentos. Fico assustada comigo quando depois de uma viagem, respiro fundo quando chego em São Paulo com a sensação de que voltei para um lugar que é minha identidade e nem sei se queria, se quero que seja, Seu texto me trouxe essa sensação…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: