Quero entregar ao mundo versos que abracem nosso isolamento

Jesuana Sampaio –

Eu já fui uma garotinha triste sobrevivendo ao luto de perder quem eu amo.

Eu já fui uma jovem dilacerada, cheia de dor por perder um amor. Eu já fui uma mulher que perdeu o sentido da vida e usou o fundo do poço para dar o próximo passo.

Neste momento, eu quero ser abraço, esperança, mesmo quando bater o cansaço.

Quero ser ombro para todos os choros e a poesia acalanto gritada do meu quintal.

Quero ser o sorriso da minha mãe morando na minha boca e os olhos brilhantes da minha melhor amiga.

Quero ser o afago desejoso de quem estou apaixonada e o eu te amo dos enamorados.

Eu quero ser a cheirosa da moça bonita de Paraisópolis. Quero ser a que nunca mais serei, a que ainda não sei.

Quero ser sussurros na calada da noite e todos os beijos molhados na chuva do carnaval passado.

Quero ser o ronronar do meu gato enviando frequências de cura para a humanidade e a saudade da rotina, das baladas, do dormir de conchinhas, do acordar acompanhada.

Quero ser o feijão brotando no sertão e o verde do pau branco, suas flores perfumadas jogadas ao chão.

Quero ser a minha canção preferida, as fagulhas da fogueira com meus amigos ao redor e todas as manifestações astrais.

Neste momento quero ser todas as lembranças as quais chamamos de saudade e todas as palavras, cheias de significados.

 Quero ser cada sonho soprado ao vento pelas pétalas do dente de leão, a cura, o adiantar dos dias com promessas de novidades.

Por último, quero ser a que aprendeu a apreciar as pequenas sutilezas, porque, ao fim de tudo, é sobre isso esta travessia.

Ouça Nossa Voz: Quero Entregar ao mundo versos que abracem nosso isolamento.

15 comentários em “Quero entregar ao mundo versos que abracem nosso isolamento

  1. Ler sua prosa poética é como entrar numa fenda espaço-temporal e adentrar no jardim das maravilhas. Terra de leite e mel, onde o afago e o afeto eram as leis.
    Transborda o amor do poeta pelo mundo, mundo fica menos vazio..menos triste…menos solidão.
    Hoje sou mais feliz. Gratidão.

    Curtir

    1. Que delícia ouvir palavras assim, que constrói uma calmaria aqui no peito.. Li agora, antes de dormir, se dormir… sonhar com imagens, cheiros e sabores, esses que ouvi.

      Xêro grande 💜

      Curtir

    1. Linda Jesu, ouvir essa prosa aguçou os sentidos me fez sentir os cheiros e gostos do que é bom e junto fica muito melhor.
      Café, torresmo , bolinho de chuva, bebê , terra molhada, arroz fritando com alho e cebola, banho , manjericão no quintal, chá de capim santo com pipoca…
      Quero estar com muit@s pra tudo isso 💜

      Curtir

  2. É lindo quando, mesmo partidas, ainda assim, queremos ser parte a acolher nos braços ou no papel o que é sentir universal.
    “Quero ser ombro para todos os choros e a poesia acalanto gritada do meu quintal.”
    Com a leveza da sua voz na leitura, desejei ser todas as coisas. De alguma forma, neste momento, podemos sim cada imagem exercer.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: