Página inicial

Breve dança

Por Jesuana Sampaio “Irá aparecer uma geração de sacerdotisas capazes de entender novamente a linguagem da alma” Jung. Fechei os olhos para sentir o tempo. Ele me disse que só ele tem todo o tempo do mundo. Eu, pequenina, breve serei poeira. Diante da brevidade, o que farei com a minha alma? Pagarei os saldosContinuar lendo “Breve dança”

Seu nome

por Ana Karina Manson Ela não ousou dizer seu nome como se ao fazê-lo, denunciaria a si mesma. Foi assim. À pergunta de qual era o nome do novo amigo, ela se calou, disse qualquer coisa, desconversou, o que podia dizer, menos o nome, como se ao dizê-lo já seria um pecado, já seria dele.Continuar lendo “Seu nome”

a sós

por Celane Tomaz lembro-medas tantas que eu era, enquanto transito entre as outras e tateio seus mundos.mesmo assim, estou a sós. da minha noite, mesmo nos escuros do dia, adentro a luz que me devolve a mim, a luz que me gera, a luz que me lembra que estou viva.dou a mim da minha própriaContinuar lendo “a sós”

Entre-todes

-Mara Esteves Há braços que se esticam em busca do encontro, do outro que está ali, ao lado, na espera do enlace. Por que, por hora, o toque, o afago, necessita espera, cautela, como semente a germinar à terra. Pele tocando pele.Tambor-coração. O entre-rios formou abismo de si, dos sonhos e devaneios tolos/todos. Quem permitiráContinuar lendo “Entre-todes”

não moro?

Juliana da Paz- Namorar…Morar na…Na cama do outro,no coração, na vida…Pousar na alma,Esgueirar-se na pele,afogar-se em salivaMergulhando no cheiroDo pé do ouvido…Duvido!Que sendo assim,tu não queiras na-morarCOMIGO! Ouça Namorar na voz de Arlete Mendes:

O inferno das mulheres são os homens

Por Jesuana Sampaio Tem dias que nem escrever alivia o peso do mundo. Não há palavra que caiba o absurdo. Não há verso que elabore a violência, o medo dos homens, a dor de atitudes preconceituosas, transfóbicas, homofóbicas, a agressão contra mulheres. É como se fosse a miséria da palavra, o vazio incapacitado transbordante. TemContinuar lendo “O inferno das mulheres são os homens”

%d blogueiros gostam disto: